Trabalho e Emprego

The Warehouse Group propõe cortar mais de 1000 funcionários

Lista de empresas e o número de demissões

Nova Zelândia em nível 2, pessoas saindo para trabalhar novamente. Empresas, lojas e shoppings abertos. Todos retomando seus negócios.

Com este retorno e em grande escala também se iniciou uma enxurrada de demissões.

Em um anúncio do NZX, a maior empresa de varejo listada do país disse que está adotando um modelo de negócios ágil, levando a uma redução em cerca de 100 a 130 funções em sua sede em Northcote.

O The Warehouse Group está se preparando para reduzir o número de funcionários e propõe fechar seis lojas em sua rede, resultando em até 950 perdas de empregos e 130 cortes adicionais em sua sede. NZ Herald

Além disso, planeja fechar seis lojas The Warehouse, Noel Leeming e Warehouse Stationery. As lojas que enfrentam o fechamento incluem: Noel Leeming Henderson Clearance Center e Tokoroa, The Warehouse Whangaparaoa, Johnsonsville e Dunedin Central e a Warehouse Stationery Te Awamutu. Isso segue um anúncio anterior de que fechará a loja The Warehouse em Birkenhead em julho.

Para esta mudança, foi considerado os seguintes fatores:

  • localização próxima de outras lojas
  • hábitos de compra das pessoas na área
  • lucratividade e acordos de locação

Em relação aos cortes, o grupo pretende por em ação os planos a partir de 31 de agosto.

“Estamos confiantes de que os princípios ágeis apoiarão os negócios, melhorando a velocidade de comercialização, colaboração, inovação e produtividade, permitindo-nos aumentar ainda mais nosso foco em atender às necessidades dos neozelandeses nesse ambiente incerto”

Com base em nossas percepções sobre a mudança de hábitos de compra e os impactos econômicos previstos causados ​​pelo COVID-19, estamos acelerando algumas mudanças que já haviam sido planejadas.

A relação custo/ benefício nunca foi tão importante para nossos clientes e, para continuar entregando isso, precisamos gerenciar nossos custos e administrar nossos negócios com mais eficiência”, disse Grayston.

Covid-19 Empresas na Nova Zelândia e o número de demissões

Total relatado: 16.038 (Ver lista completa NZ Herald)
Esta lista cobre apenas as perdas de empregos relatadas na mídia e inclui as perdas propostas e confirmadas.
Auckland Council- 1100
Fletcher- 1000
Warehouse Group- 1000
Millennium/Copthorne hotels- 910
Sky City- 900
Skyline Enterprises- 600
Virgin Australia- 600
Sudima Hotels- 440
Ngai Tahu- 309
Hilton Queenstown- 300
Flight Centre- 250
Hobbiton- 241
Bauer- 237
TAB- 230
NZME- 200
Steel & Tube- 200
Airways- 180
H&J Smith- 175
Event Cinemas- 170
Hermitage Hotel Mt Cook- 170
Carter Holt Harvey- 163
Farmers- 160
Green Cabs- 160
AJ Hackett- 150
Good Group- 150
Te Puia- 150
Bunnings- 145
Tourism Holdings- 140
Altus Enterprises- 137
Mediaworks- 130
2Degrees- 120
James Hardie- 120
Smiths City- 115
Tower insurance- 108
Fuji Xerox- 100
Auckland Airport- 90
NZ Rugby- 90
Invercargill Licensing Trust- 87
Distinction Te Anau & D Luxmore (hotels)- 60
Jucy Rentals- 60
NZ Steel- 60
VBase- 45
Hanmer Springs Heritage Hotel- 40
Kathmandu- 34
Toll NZ- 30
Patchell Group Rotorua- 24
Mitre 10 Whangaparaoa- 23
Hanmer Springs Pool & Spa- 18
Gore District Council- 17
Pegasus Bay Winery- 15
NZ Cricket- 12
Transport World- 12
Auckland Hotel and Chefs Training Schoo-l 8
Thompson Construction & Engineering- 8
New Horizon College Napier- 5

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar