ImigraçãoNova Zelândia

Visto Residência 2021: veja o que mudou na aplicação

Hoje a Imigração da Nova Zelândia decidiu alterar a forma como irá alocar os pedidos de Visto de Residente 2021 que vão ser feitos após o dia 1º de Março por requerentes que não tenham apresentado anteriormente uma Manifestação de Interesse ou um Pedido de Residência.

Todas as aplicações serão arquivadas no novo sistema online. Ainda não é possível saber como este novo sistema online difere do sistema atual que vem sendo utilizado até o momento, mas já se sabe que todas as aplicações serão mantidas nesse sistema até o final de Março, quando serão transferidos para uma fila. 

Não precisa correr

As inscrições serão alocadas aos oficiais de imigração com base na data de expiração do visto de trabalho temporário do Principal Aplicante. Ou seja, aqueles com vistos de trabalho temporários que expiram em breve serão alocados à frente daqueles cujos vistos expiram mais tarde.

A intenção é evitar um congestionamento nas aplicações em 1º de Março, como aconteceu na fase 1 em Dezembro, onde todos os aplicantes tentaram entrar na fila primeiro. 

Com a nova formulação, um pedido apresentado por um aplicante em 15 de março, cujo visto temporário expira em 31 de março, será colocado antes de alguém que aplicar em 1º de março, mas tenha um visto temporário expirando em 31 de dezembro, por exemplo. Isso significa que não há nenhuma vantagem em aplicar antecipadamente.

Além disso, atestados médicos não serão exigidos no momento da aplicação, mas ainda poderão ser posteriormente solicitados pela imigração, caso eles julguem necessário. 

A taxa de inscrição de NZ$2.160 será paga quando a inscrição for feita.

 

Verifique se você é elegível a aplicação através deste check list

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo