Nova Zelândia

Vacina Covid-19: Aukland é a primeira cidade a atingir 90% de vacinação

A Nova Zelândia está bem perto de atingir a meta de ter 90% da população elegível completamente vacinada até o fim deste ano. O Conselho Distrital de Saúde de Auckland foi o primeiro DHB no país a ser 90% totalmente vacinado. Nenhum outro DHB ultrapassou o limite de 90% de dose dupla. Waitematā e Capital são provavelmente os próximos DHBs a cruzar a linha.

Embora ainda exista uma pressão feita pelo grupo de anti vacinas, o avanço da vacinação no país vem mostrando que esse grupo é pequeno e não reflete a opinião da maioria. Além disso, dados do Ministério da Saúde apontam que há maior impacto do vírus Delta nas pessoas não vacinadas, como é possível ver na arte abaixo:

Fase semáforo

A partir de 3 de dezembro, toda a Nova Zelândia mudará para o novo sistema de semáforos. Este novo sistema irá introduzir mais liberdade para as pessoas vacinadas. Na próxima terça-feira, dia 29 de novembro, o Gabinete vai confirmar a decisão de mover Auckland e o resto da Nova Zelândia para a nova estrutura, que está prevista para ter início no dia 2 de dezembro, às 23h59. Auckland vai para a fase vermelha e as configurações para o resto da Nova Zelândia ainda não foram definidas.

Entenda o Semáforo:

Casos atuais

Existem 173 novos casos comunitários de Covid-19 hoje; com 78 no hospital, incluindo sete na UTI. A Diretora de Saúde Pública Caroline McElnay disse que também havia um caso de Canterbury não incluído nos números de hoje. Dos casos de hoje, 154 estão em Auckland, 15 em Waikato, um em Northland, dois na baía de Plenty e um nos Lagos DHB, informou o Ministério da Saúde em um comunicado. Também há quatro novos casos na fronteira.

Há um total de 7.832 casos na comunidade no surto atual e 81 dos novos casos de hoje ainda não foram epidemiologicamente vinculados. O ministério disse que agora está dando suporte para 4.058 pessoas se isolarem em casa em torno de Auckland, incluindo 1.070 casos ativos. Em Waikato, houve 129 casos de isolamento em casa. De acordo com o ministério há 180 novos locais de interesse.

Flávia Bonturi Previato

Mulher, mãe, jornalista e educadora.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo