Nova ZelândiaTurismo e Viagem

A incrível Ruakuri Cave

Na dica de hoje para o Brasil News, vou falar de um dos lugares mais interessantes que conheci aqui na Ilha Norte da Nova Zelândia e que, COM CERTEZA, vale sua visita! 

A Ruakuri Cave é uma das cavernas mais longas na área Waitomo, na Nova Zelândia. O local foi descoberto por Maoris locais há cerca de 400 – 500 anos. O nome Te Ruakuri, ou “A toca dos cães”, foi dado à área circundante quando foram descobertos cães selvagens habitando a entrada da caverna.

Ruakuri Cave
foto: Interior da caverna

Espiritualidade e acessibilidade

Ruakuri Cave é a única caverna com acesso para cadeirantes no hemisfério sul. É bem conhecida por seus vínculos espirituais, suas formações calcárias e cavernas incomuns.

O local foi aberto ao público de 1904 a 1988, quando foi fechado por uma disputa judicial e financeira. Foi reaberto em 2005.

A excursão guiada pela Ruakuri Cave começa por uma longa rampa em espiral até o fundo da caverna. Isso leva a uma sala cheia de estalactites e raras formações de calcário que foram criadas ao longo de milhões de anos. Alguns deles são cobertos por uma espécie de coral (conhecido localmente como “pipoca”). Existem também rios subterrâneos e cachoeiras.

Na caverna estão fósseis da época em que a área estava sob o mar. Ainda há criaturas vivas na caverna, como os glowworms, pelos quais as cavernas Waitomo são famosas.

Os glowworms são larvas que ficam localizadas no teto e paredes das cavernas, onde emitem uma luz azul brilhante. A espécie, em Maori conhecida como titiwai, que significa “projetada sobre a água”, passa a maior parte do seu ciclo de vida em estágio larval.

Ruakuri Cave
foto: glowworms

Dicas para visitar

A temperatura nas cavernas é bastante estável o ano todo, 12˚- 14˚. Isso significa que, no verão, é provável que você sinta frio nas cavernas, pois é muito mais frio do que a temperatura externa, embora no inverno você pode se sentir agradavelmente aquecido! Seja qual for a estação, traga uma jaqueta leve ou suéter para usar no passeio.

Use sapatos com boa aderência, como tênis e evite chinelos ou salto alto. Sobre os ingressos e horários para visita você pode conferir AQUI

Como chegar

 

Até o próximo passeio! 

 

Amanda Maru

Advertising Specialist na Kiwi Education, onde ajudamos sonhos se tornarem realidade ☺ Para mais dicas, siga nosso Instagram @kiwieducation.br 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo