Christchurch

Roda de Choro multicultural em Christchurch!

Uma mistura musical feita por Franceses, Kiwis, Australianos, Português e Brasileiros.

Imagine um grupo musical criado por dois franceses que agregou músicos de outras nacionalidades, inclusive brasileiros.

Julien e Marianne saíram da França para a Inglaterra, lá entraram em contato com o estilo musical choro, com a língua e com a cultura brasileira. Eu os conheci em um jantar promovido pela InterNations, uma organização que promove a interação social entre pessoas do mundo inteiro, com filiais em várias cidades espalhadas pelo mundo.

Clube do Choro Christchurch!

Este lindo casal, apaixonado pela música brasileira, chegou à Nova Zelândia em 2019. Vindos da Europa, cheios de musicalidade nas veias, Julien toca violão de sete cordas e Marianne toca flauta transversal. Suas expressões musicais podem ser classificadas como, eloquente e envolvente.

Os encontros musicais foram surgindo em Christchurch, a começar com os percussionistas, tocadores de pandeiros, Dan importado da Austrália, e Ricardo, cria do Brasil. Este encontro se deu no Samba Band da Christchurch School of music, conduzida por Doug Brush.

O quarteto passou a tocar choro em feirinhas e no Fat Eddie`s (um bar, restaurante e nightclub da cidade) onde encontraram outros músicos que compartilham da mesma paixão pela música brasileira

“Descobrimos a deliciosa voz da Renata, cantando bossa nova! Conhecemos Fabrício o esperto do repertório brasileiro que está aprendendo a tocar flauta”
Marianne Bedin

Criamos então uma roda de choro no Rolling Stone Bar, na Colombo St. que acontece toda sexta-feira a partir das 5 h.

Julien achou este lugar perfeito pelo ambiente tranquilo, acolhedor e pela afabilidade. “Gretchen e Mike, os donos, são muito simpáticos e nos receberam muito bem!”  (Marianne).

O que era uma dupla, que passou a ser um quarteto resultou em uma Roda de Choro composta por:

Dan (Australia), Renata (Brasil), Fabrício (Brasil), Julien (França), e Marianne (França).

Você pensa que esta roda de choro multicultural se resumiu a esta conexão entre França, Brasil e Austrália?

Que nada! Chegaram junto para dar mais alegria e vida a roda:

Os Kiwis: Matt – kiwizinho da viola, um especialista em Chico Buarque e Tom Jobim entre outros; Allan (Jazzman clarinetista) e Phil (Jazzman violonista),

Os Brasileiros: Marcio (Sanfonero, forrozeiro brasileiro!!), Juliano (Flauta brasileiro)

O português: Mário – o importado de Portugal passou a ser conhecido como Mario do Cavaquinho,

Diretamente da Austrália: Georgia a representante feminina da terra dos cangurus – no violão.

“O mais bacana de tudo é que as rodas estão abertas para quem quiser nos acompanhar!

As pessoas chegam, tocam música, dançam, escutam…

Temos vários instrumentos de percussão para as pessoas entrarem na roda! Nos divertimos muito e aprendemos, sempre juntos!

É como uma viagem a musicalidade brasileira, com amigos e muita alegria a cada semana!!!

Sempre temos boas surpresas nessas rodas!” (Marianne).

Gosta de uma roda de choro, de tocar música ou apenas sente saudade do Brasil? Então:

“Chega de saudade e venham conosco!!!”

(Julien Pringot e Marianne Bedin)

Toda sexta-feira na A Rolling Stone,  579 Colombo Street, Christchurch Central City, a partir das 5h da tarde você pode conferir esse grupo divertido e curtir uma boa música brasileira.

Eu já conferi, várias vezes na verdade, é bom demais!!!!!!

Chama os amigos e familiares para conferir também um pouquinho do Brasil em Christchurch!

Para maiores informações: @ClubedoChoroChristchurch

Quem é Caroline

Caroline ou Loline, como é conhecida por amigos, brasileira e moradora de Christchurch. Criadora do desafio #challenge_136walks_Chch_NZ
Colunista do Brasil News
Instagram @loline_wanderlust_walks

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar