Queenstown

Queenstown repaginada

por Renata Nitzsche

Como é se reinventar pra você?

Bem! Leia com atenção como está sendo Queenstown repaginada!

Verão em Queenstown

Cheguei aqui há 4 anos atrás, no auge do verão, na cidade mais turística da Nova Zelândia. Super movimentada de manhã, de tarde e de noite, com tudo para fazer e mais um pouquinho, pra quem quisesse.

Foto por Renata

O último verão não foi diferente, até que fevereiro chegou. O último mês do verão, apesar de quente e lindo veio com a notícia que era melhor nos recolher. A semana mais movimentada do turismo em Queenstown fechou as portas para seus principais frequentadores. O comércio parou, os passeios turísticos pararam, os restaurantes faziam promoções para atrair os poucos turistas que estavam por aqui, os grandes hotéis começaram a demitir seus funcionários e como num efeito dominó, a cidade fechou!

Sim! Em meio à tudo isso, a única notícia que não parou de crescer  foi o aumento significativo de casos dia à dia.

Queenstown tem o maior número de casos da Covid 19 na Ilha Sul. O que não é difícil de se esperar, uma vez, que como falei acima é a cidade mais turística da NZ.

Foto por Renata

Medidas de suporte

Sobre as incríveis medidas de suporte à população que a 1° Ministra tem tomado, todos os meus amigos colunistas dessa adorável página já citaram. Todos os trabalhadores têm direito ao subsídio do governo de NZD $5805 por semana, bem como os trabalhadores autônomos que se enquadram na categoria de self- employed  e todos os estudantes com permissão e contrato de trabalho vigente tem direito à NZD $350 por semana durante 3 meses , à princípio. Todos os vistos vencidos à partir de 2/4/2020 foram estendidos até 25/9/2020 sem nenhum custo.

Entendendo que Queenstown é a cidade com o menor índice de desemprego da Nova Zelândia, apenas 1% no ano de 2019, a maior parte da população de 16 mil habitantes está coberta e protegida financeiramente por esta medida!
E esse 1%? Como estão vivendo, desempregados, na cidade mais cara do país? Aí entra as medidas locais , que ampararam toda a população de Queenstown.

WelFare

O nosso prefeito, tão cuidadoso com nossa região e com nossa população juntamente com uma associação de moradores, investidores e empresários locais criaram um programa chamado “WelFare”, no qual, todas as pessoas que não tem como pagar suas contas essenciais como: moradia, comida e remédios, se inscrevem no mesmo através de um link e recebem suporte para resolução destas questões. Esta é uma medida eficiente e de ação rápida, após a inscrição, o tempo médio para atendimento e solução dessas questões é 5 dias. E é importante lembrar, que esse suporte será dado semanalmente durante todo esse tempo de necessidades.

Em meio à tudo isso, a empresa de transporte público de Queenstown ofereceu a gratuidade do serviço, ou seja , qualquer morador que precise se locomover para o mercado, farmácia, hospital ou para pegar os filhos em caso de guarda compartilhada, não pagam para usar o serviço de transporte.

Enquanto isso, nós moradores dessa cidade, agora temos que nos dar com a questão de reinventar nossas rotinas e isso me parece muito interessante.

Busca aos ursos

Foto por Renata

Por aqui, a população local tratou de começar uma brincadeira chamada #bearhunt, que são colocados ursinhos nas janelas, para alegrar e distrair nossas caminhadas, nas trilhas a brincadeira já é a #rockhunt, onde as crianças fazem desenhos em pedrinhas coloridas e as colocam durante o percurso.

Enquanto fazemos as trilhas, também pegamos pedrinhas para trazer pra casa e pintá-las.

Foto por Renata

Praticamos esportes, jogamos bola, frescobol e voleibol no quintal de casa, cozinhamos e muito🤦🏼‍♀️! Muitas receitas variadas e bem calóricas, dançamos, jogamos cartas e assistimos filmes toda às noites.

Foto por Renata

Não sei se posso dizer que existe um lado bom dessa situação que infelizmente parou o planeta, mas estamos mais juntos, mais unidos, cuidando uns dos outros e em breve isso se refletirá no mundo.

Quem é Renata Nitzsche

Carioca, 44 anos, Psicologa e ex empresária do ramo educacional no Rio de Janeiro por 17 anos. Mora na cidade de Queenstown há 4 anos. Hoje trabalha como consultora educacional de intercâmbio.
Contato
Instagram @novazelandia_renitzschefasuolo

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar