Negócio e Empreendimento

Paranaense e Aventureiro pelo mundo | Chegou como turista na Nova Zelândia e acabou ficando

#7 Série Empreendedorismo na Nova Zelândia

Nossa série limitada sobre Empreendedores brasileiros na Nova Zelândia continua. Chegamos a nosso sétimo empreendedor.

Conversamos com o Felipe Vidal, paranaense e aventureiro pelo mundo. Ele apenas pesquisou na internet, um lugar que tivesse bastante sol e aqui está, morando em Tauranga, Nova Zelândia.

Felipe também participou de um bate-papo inédito com o Gaea Podcast e conta muito sobre sua experiência de imigração. Os muitos trabalhos que fez a fim de recomeçar. Já em sua primeira visita a Nova Zelândia, chegou como turista e acabou ficando 4 anos.

Trabalhar por conta própria e empreendedorismo

Felipe Vidal/ Arquivo pessoal.

Felipe começou a trabalhar com tradução e como professor de inglês como segunda língua no ano de 2002. Em 2012, começou a atuar no mercado da Nova Zelândia, tanto como professor quanto como tradutor.

Após 3 anos, e então com conhecimento sobre a facilidade de empreender na Nova Zelândia, somado à vontade de uma mudança na rotina, decidiu que era a hora de apostar em seu conhecimento juntamente com seu desejo de trabalhar por conta própria, com o intuito de ter mais flexibilidade na jornada de trabalho e ter mais tempo com a família.

Foi então que iniciou seu trabalho como tradutor autônomo, no início do ano de 2015.

Em 2016, Felipe decidiu que era o momento de dar vida à TranslationsNZ.com.

Desde então, a empresa vem operando na Nova Zelândia oferecendo serviços de tradução e interpretação para pessoas físicas, empresas e órgãos governamentais. Atualmente a TNZ conta com uma equipe de 11 pessoas, todos trabalhando remotamente, seguindo a filosofia inicial da empresa de ter flexibilidade de horário, trabalhando de qualquer lugar do mundo.

O que o motivou a empreender na Nova Zelândia?

Felipe – Primeiramente a facilidade e agilidade de se abrir uma empresa na Nova Zelândia.
Outro fator muito importante, foi o fato de poder ajudar nossos clientes no processo da realização de seus sonhos, como a conquista de um visto de estudante ou visto de trabalho, e até mesmo o tão sonhado visto de residência e pedido de cidadania.

“Utilizamos os serviços da TranslatioNZ para tradução de documentos quando solicitamos o visto de residência da Nova Zelândia. A entrega foi rápida e o atendimento excelente. Fiquei muito satisfeita!”.Aureliane/Gleisser Santos

Felipe fala sobre abertura de empresa na Nova Zelândia no Gaea Podcast Empreendendo pelo mundo(2).

Existem outras empresas que fazem este trabalho de tradução, qual o diferencial de sua empresa?

Felipe – Sim, com certeza existem outras empresas de tradução na Nova Zelândia e vários tradutores autônomos. Nosso diferencial, além de contar com tradutores qualificados e experientes, temos uma equipe especializada em tradução de documentos para a imigração, auxiliando nossos clientes com relação ao conteúdo do documento a ser traduzido, emissão de documentos originais, autenticação de cópia, entre outros serviços especiais. Estamos também em constante contato com nossos parceiros (consultores de imigração e consultores educacionais) que, sempre que necessário, estão prontos para auxiliar nossos clientes.

Além disso, oferecemos aos nossos clientes:

  • Facilidade e agilidade na comunicação através de nosso WhatsApp, E-mail, telefone, website e Instagram;
  • Link pessoal para acompanhamento do serviço.
    Através do link pessoal, nossos clientes acompanham o andamento do serviço em tempo real, sem se preocupar se o serviço foi iniciado ou se vai ser entregue dentro do prazo prometido. Nesse mesmo link o cliente faz também o download das traduções e o rastreio do envio das traduções impressas, tudo isso disponível 24 horas por dia por tempo indeterminado.
  • Inúmeras formas de pagamento:
    Pagamento parcelado em 3x sem juros no cartão de crédito, transferência bancária e boleto para os seguintes países:
    Nova Zelândia, Brasil, México, Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Equador, Bolívia.

Qual foi o maior desafio encontrado até hoje como empreendedor?

Felipe – Work-life balance. Uma das grandes dificuldades de empreender é conseguir dosar o número de horas que se gasta com o seu próprio negócio. Muitos pensam que ter seu próprio negócio te dará a liberdade de trabalhar menos horas ou com mais liberdade de horário, mas isso não é necessariamente uma realidade.

Que conselhos você daria aqueles que sonham em ter um negócio próprio.

Felipe – Meu conselho é: Siga os seus sonhos, nem que seja a passos curtos. Nem tudo na vida é fácil, e ter o seu próprio negócio é um dos casos. Existem muitos sites governamentais com informações claras e objetivas que darão bastante auxílio na sua jornada como empreendedor, além de várias palestras e assessorias, inclusive gratuitas, oferecidas pelo governo.

TranslationNz

A TranslationsNZ oferece serviços de tradução e interpretação para várias instituições governamentais ao redor do mundo, empresas privadas e pessoas físicas que tenham alguma barreira com o idioma e necessitam de serviços de tradutor ou intérprete profissional.
Contato:
WhatsApp: +64 22 0614566
Email: [email protected]
Site: TranslationsNZ.com
Instagram: @TranslationsNZ
Facebook: TranslationsNZ

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar