ImigraçãoNova Zelândia

Nova Zelândia, Expectativa versus Realidade! 

5 pontos de observação, para você estar preparado na hora de migrar para outro país

É sensacional e assustador ao mesmo tempo, entrar em um mundo novo, cultura, idioma, experiências jamais vivenciadas antes. É muito o que você precisa absorver e se adaptar. Não importa o quanto está ou pensa estar preparado, algo em seu dia a dia neste novo país vai te surpreender.

“Sempre que planejamos uma mudança em nossas vidas, desde mudar o corte de cabelo até mudar de profissão, sempre tem o que pensamos na nossa imaginação, as ideias que absorvemos das experiências que os outros contam, até chegar a verdadeira realidade com suas surpresas. E mudar de país não é diferente, podemos passar horas assistindo vídeos de pessoas que se mudaram, textos e livros de turismo, mas a experiência de cada um é única, e aqui.”Peterson – NZ VISTO

Será um momento de olhar para dentro de você, ver quem você foi e quem irá se tornar. Um novo começo cheio de oportunidades e experiências a se vivenciar.

Peterson Fabricio, da NZ Visto, empresa especializada em visto para a Nova Zelândia, deixa 5 pontos de observação, para você estar preparado na hora de vivenciar situações semelhantes:

1. Você sempre vai ter sotaque de estrangeiro.

Quando estamos em nosso país nativo e aprendemos inglês, podemos ser muito fluentes se comparado com nossos colegas e professores, pode ser que até tenhamos amigos estrangeiros provenientes do país para o qual pretendemos migrar, mas a verdade é que cada local terá sempre suas peculiaridades únicas em relação a este idioma, e nossos ouvidos não captam certos pormenores que os locais estão acostumados a ouvir desde nascença. E está tudo bem com isso.

Quer uma dica? Continue estudando e aperfeiçoando seu inglês para se sentir confortável, mas assuma sua identidade de imigrante e sinta-se orgulhoso disso, a autenticidade é muito bem-vinda. Cada um tem um timbre e sotaque únicos, celebre isso.

“(…) assuma sua identidade de imigrante e sinta-se orgulhoso disso (…)”. Peterson 

2. Você vai passar a dar valor a coisas que você nem imaginava.

A empolgação de uma nova vida é tanta que nem imaginamos as coisas tão simples e aparentemente sem valor que vamos redescobrir. Pequenos presentinhos da nossa terra natal, bibelôs e quitutes que trazem memórias afetivas passam a valer ouro! Comidas, aromas, músicas, atividades corriqueiras, são exemplos de preciosidades que estavam sempre lá disponíveis, e agora que não estão mais no nosso dia a dia, vamos valorizar tanto que da próxima vez que estivermos diante delas vamos apreciar de forma incrivelmente saborosa.

3. Onde é minha casa?

Os novos costumes e a convivência com novas pessoas vão trazer novos gostos e valores, o ambiente vai imprimir em você comportamentos e formas de pensar que quando você voltar para o Brasil, parte de você vai sentir que o novo país é a sua casa, mas quando você está lá sente a outra parte que pertence ao Brasil, ou seja, você agora tem dois lugares para chamar de casa.

Por um lado isso pode dar a você a sensação de ser sempre estrangeiro, por outro de sempre pertencer a ambos os países, porque afinal eles passam a ser parte da sua história e você da história daquele lugar, e essa história nunca mais será apagada. É paradoxal, e com o tempo você aprende a curtir essa ambivalência. E a pode te levar a perceber que sua casa é onde você estiver, não importante onde esteja fisicamente.

4. Empatia

Viver em outro país é uma das formas mais poderosas de ver tudo por uma outra ótica, um outro ponto de vista.

Se inserir em uma outra cultura nos mostra como cada um tem sua bolha de realidade, e perspectivas diferentes são reais! Essa é uma experiência que vai sempre nos possibilitar ter a empatia de nos colocar no lugar de outras pessoas e enxergar o mundo por outro ponto de vista. Nos tornamos mais flexíveis.

5. Você se transforma como pessoa

No Brasil você tem uma personalidade, mas quando começar a viver em uma cultura estrangeira, o instinto gregário presente na espécie humana vai surgir e para se adequar ao novo ambiente você vai começar a construir espontaneamente um novo eu, com seu novo vocabulário, seus novos comportamentos, seu novo tom de voz, suas novas piadas, suas novas interações sociais e seu novo universo de conhecimento.

Os horizontes se expandem e seu mundo fica maior. Minha dica? Aproveite!

Entre em contato com NZ VISTO para te ajudar no seu planejamento de vir para a Nova Zelândia.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo