Nova ZelândiaTurismo e Viagem

Nova Zelândia – Dicas que todo viajante precisa saber!

Por Tamires Oliveira

Se prepara que o post de hoje está cheio de dicas para todos os tipos de viajantes, mas principalmente para o viajante Low Cost. Após 7 meses morando em Queenstown e curtindo as regiões mais próximas, já experimentei e testei alguns serviços que o viajante pode encontrar pela Nova Zelândia e se maravilhar ainda mais com esse país.

Caso sua intenção seja viajar para Nova Zelândia, pois está em seus planos conhecer esse país lindo!!

Digo mais, não importa a cidade que irá visitar é possível se beneficiar dessas dicas incríveis aqui da NZ. Então, não perde esse conteúdo e continue lendo, ainda mais se você adora curtir gastando pouco dinheiro, para mim são palavras mágicas kkkkk.

Chega de papo e vamos ao que interessa, anota tudo aí.

1. Carro e Motorhome de Relocação;

É muito comum esse sistema por aqui, até porque centenas de turistas chegam a Nova Zelândia e escolhem por alugar um carro ou motorhome para rodar pelo país, que possui paisagens exuberantes, estradas seguras e estrutura organizada para quem deseja acampar.

Porém muitos turistas não devolvem o automóvel no mesmo local ou cidade, ficando a cargo da locadora ter que buscar esse veículo, visando essa necessidade as locadoras usam o sistema de “relocação”, onde o viajante em alguns casos paga apenas 1$NZ por diária + seguro + combustível, para trazer o carro novamente para a locadora.

É perfeito, você quer mudar de cidade, e conforme regras e disponibilidade existem carros com um custo baixíssimo para você viajar, no caso ajuda a ambas as partes, a locadora teria um custo para enviar um motorista para buscar esse carro e você chegará no seu destino trazendo o carro para a locadora, ótimo né.

Claro que existem regras e prazo para isso ocorrer, com isso é preciso entender e ver se está dentro do que você precisa, mas já adianto que é um processo simples e fácil, sendo possível realizar tudo pela internet e com o seu celular. Vou indicar alguns aplicativos, aí você já pode dar uma conferida e ver como funciona.

Foto Flame Bar

2. Site First Table;

Se você é igual eu, que gosta de comer num local bacana as vezes, e provar uma comida deliciosa, então esse site foi feito para nós, o First Table!

Nele você vai encontrar uma gama de restaurantes de todos os tipos e gostos, dos mais simples ao mais requintados, e tudo isso com um preço reduzido, arrasou não é mesmo.

Mas me deixa explicar como funciona, como o nome do site diz: First Table (primeira mesa), os restaurantes abrem algumas mesas para reserva no primeiro horário de abertura do restaurante, com isso eles oferecem normalmente 50% de desconto na conta final, isso mesmo, pode ler que está certo.

Sim, sempre tem regras, até porque é um beneficio atrativo, e precisa seguir corretamente, como fazer a reserva no dia e horário que estiver disponível no site, chegar no horário exato (uns minutinhos antes e nunca depois), existe um deposito antecipado da reserva que é de 5$NZ ou 10$NZ, uma taxa se caso você não aparecer, mas esta valendo.

Quer comer bem e num restaurante legal com 50% de desconto na sua conta final, então clica no site e da uma olhada, até mesmo o cardápio fica disponível para ver se gosta do menu e os preços do item.

3. Site Bookme;

Esse site é fantástico, ele disponibiliza a todo mundo, passeios e serviços com desconto promocional. Quando chegamos em cidades turísticas é comum ter centenas de atrações para fazer, e aqui não é diferente, porém é possível aproveitar muitas delas pagando menos.

Não fica de fora, acessa o site e de uma olhada, assim você já vai avaliando os preços das atrações que você deseja fazer por aqui.

O site Bookme através de parcerias, tem ofertas por toda a Nova Zelândia, e é muito fácil de usar, ele separa por regiões, o que possibilita consultar o que mais agrada você na localidade em que esta, ai é só comprar e agendar direto pelo site e sair se divertir.

Funciona muito bem, é seguro de usar, eu mesma só uso esse site para programar meus passeios, e fazer algumas reservas de serviços diversos (massagem, tour, lanches).

 

 

4. Aplicativos

Sempre existe um aplicativo para facilitar a nossa vida, e pensando nisso vou compartilhar alguns com vocês, que podem usar em suas viagens pela Nova Zelândia, beleza.

  • ImoovaApp: Relocação de carros e motorhome.
  • InterCity: Onibus interurbano, compra de tickets.
  • CamperMate: Onde parar com seu motorhome ou campervan.
  • QueenstownApp: Tudo que rola na cidade de Queenstown, eventos e muito mais.
  • Grabaseat: Voos com passagens baratas.
  • Wotif: Tipo o booking, porém é um aplicativo daqui para reserva de hotéis.
  • Food On: Para você pedir comida delivery.
  • Earthquake: A cada minuto ele mostra os terremotos que acontecem no mundo.
Foto/Imoova App

5. Aluguel/diárias mais baixas;

Aqui em Queenstown é muito comum ouvir que o custo de hospedagem é alto, ainda mais levando em consideração que é uma cidade 90% voltada para o turismo, devido a isso quero compartilhar minha experiência com vocês quando cheguei aqui e encontrei uma opção de hospedagem mais barata.

Pois fazer pesquisa no booking ou Airbnb, realmente os preços assustam para se hospedar aqui, é um dos custos mais elevados se comparado a outras cidades daqui da Nova Zelândia, mas não desanime que vou falar como fiz e quanto paguei.

Existe a expressão “short term” que quer dizer (período curto), geralmente de 1 semana até 3 meses de hospedagem, não existe um site específico ou aplicativo para encontrar essas opções, mas sim através dos grupos no facebook. Se você colocar no buscador de grupos a palavra ‘Queenstown’ vai aparecer alguns grupos relacionados a aluguel e diárias. Muitos desses contatos são de brasileiros que moram na cidade, e colocam quartos disponíveis em suas casas para outras pessoas alugarem.

Nós alugamos por uma semana um quarto de casal com banheiro compartilhado, numa casa de uma brasileira, foi ótimo ficar com ela e ainda conseguimos muitas dicas. O custo saiu 350$NZ a semana com tudo incluso, e digo a vocês que existem locais que cobram isso por diária para o casal (é de assustar mesmo). Indico a vocês antes de fechar alguma hospedagem, a fazer uma pesquisa nesses grupos e veja se consegue um local com preço bem mais acessível, fica a dica né.

Foto/arquivo pessoal

Aliás já fiz um post inteirinho sobre Hospedagem Gratuita e adivinha só, a Nova Zelândia faz parte desse modelo, e você encontrar muitas opções por aqui e se hospeda sem pagar nada, se liga no link abaixo.

Link: 03 Formas de hospedagem Gratuita

Galera é isso, espero que se divirtam com as 05 dicas e comecem a usar esses benefícios, assim você gasta menos dinheiro e viajando mais! E meu propósito aqui é compartilhar conteúdo com vocês, para tornar suas aventuras ainda mais incríveis, independentes e acessíveis a todo mundo.

Viajar é viver, e se você quer aproveitar ainda mais, corre lá no meu blog COUTRIPS e veja nossas aventuras pelo mundo e centenas de dicas.

Até o próximo post, não esquece de deixar seu recado ou dúvida.

Quem é Tamires

Tamires Oliveira, possui MBA em Gestão Empresarial e é fotógrafa por hobby, nasceu na cidade de Joinville em Santa Catarina. Criou o projeto Coutrips para realizar seu maior sonho, dar a volta ao mundo e assim conheceu 50 países. Adora registrar momentos através de imagens e compartilhar dicas com seus seguidores em suas mídias sociais, Instagram, Facebook e Youtube. Atualmente vive na cidade de Queenstown, e diz que foi amor a primeira vista quando chegou na Nova Zelândia.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo