Saúde | Estilo de Vida

Dicas para aliviar a ansiedade na Quarentena

Por Andrieli Santos

São tempos difíceis de quarentena, não há como negar. Se um tempo atrás nos dissessem que 2020 começaria com o mundo sofrendo uma pandemia de coronavírus, muitos não acreditariam.

O isolamento social já é uma realidade em muitos países. Para lidar com essa situação é preciso cuidar da saúde mental também.

Somos seres humanos e por mais que nos esqueçamos a maior parte do tempo, somos frágeis. Não estamos sendo afetados pela terceira Guerra Mundial nem por alienígenas que querem dominar a terra.

Estamos sendo atacados por um vírus que não conseguimos ao menos enxergar. Nosso maior inimigo no momento nem dá as caras para se apresentar formalmente. Ele está invisível por aí contaminando mais e mais pessoas ao redor do mundo.

E isso gera consequências complicadas para todos. Não estamos falando apenas das mortes, apesar desta ser a pior parte, mas também dos efeitos nocivos na economia e das mudanças drásticas na rotina da população.

Toda essa situação tem o poder de afetar a saúde mental das pessoas, aumentando os níveis de ansiedade pois fatores desconhecidos e incertos fazem com que todos se sintam inseguros, principalmente em casos como esse de nível mundial.

A verdade é uma só: Todos vão sair perdendo algo durante esta crise. Ninguém está insento. A diferença é que alguns sofrerão mais e outros menos.

O que nós podemos fazer é buscar amenizar os sintomas de ansiedade e tentar viver de uma maneira saudável, refletindo sobre os aprendizados que podemos ter com toda essa triste realidade. Andrieli

1. Evite bombardeio de informação na quarentena. Muitas pessoas ficam muito angustiadas com excesso de informação, não é mesmo? O tempo todo somos bombardeados por notícias em tempo real, o que gera uma ansiedade muito grande.

2. Estabeleça uma rotina. Procure se vestir com roupas confortáveis e criar um ambiente agradável para realizar as suas atividades. Se possível procure fazer algum exercício físico, evite é claro ir à academia, mas você pode fazer alongamentos ou yoga por exemplo.

3. Terapia Online. Muitos pacientes e psicólogos já estão migrando as sessões de terapia do consultório presencial para online. Se você ainda não fez terapia e sentir que está com os níveis de ansiedade muito altos, essa pode ser a melhor hora para começar a se cuidar.

Imagem por Pixabay

4. Utilize a tecnologia para se aproximar das pessoas.
Por mais que o isolamento social seja muito frustrante , não podemos negar que vivemos em uma era em que a tecnologia é capaz de ajudar a superar este momento. Aproveite para estreitar laços com as pessoas queridas.

Imagem por Pixabay

5. Use a quarentena para se dedicar a atividades que gosta. Com certeza agora é o momento de investir naquele hobby de pintar, desenhar, escrever, ler ou aprender a cozinhar. Apesar das desvantagens do isolamento social, também é uma boa hora para esquecer as desculpas e dar atenção para atividades que você deixa de lado no dia a dia.

6. Pratique meditação. A meditação é grátis e pode ser feita em qualquer lugar da sua casa. Você precisa apenas sentar em uma posição confortável, fechar os olhos e não se prender a nenhum dos pensamentos que lhe ocorrerem. A meditação irá te ajudar a diminuir os níveis de ansiedade e estresse, além de ser benéfica para o fortalecimento do seu sistema imunológico.

Imagem por Pixabay

E para finalizar tenha certeza de que você não esta sozinho, durante a pandemia do coronavírus procure cultivar pensamentos positivos, isso porque os pensamentos podem ser uma das grandes causas da sua ansiedade. Ao longo do dia, não se deixe apegar por pensamentos ruins e nem fique ruminando o medo. Procure conversar com familiares e amigos para desabafar e expor como se sente. Você não está sozinho, estamos todos juntos.

Andrieli Santos

Estudante, sagitariana, adora viajar, escrever compartilhando experiências e aventuras que está vivendo neste país incrível que é a Nova Zelândia.

Gostou do artigo? Deixe uma mensagem.

Fonte

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo