Welligton

Curiosidades de Wellington

Por Clarisse Dias

Morando em Wellington há algum tempo não posso deixar de observar algumas curiosidades da capital da NZ. Ao longo dos dias estas curiosidades acabam se tornando parte da nossa rotina, mas aos visitantes que estão de passagem pela cidade, essas curiosidades acabam se tornando peculiares.

Os morros, montanhas que compõem a cidade fazem com que a paisagem chame mais atenção quando falamos de suas ruas, casas, construções em geral distribuídas pela cidade. Mas hoje vamos falar também de algumas curiosidades  a mais, que caracterizam Wellington.

Becos, Morros, Escadarias e Elevadores

Foto/Clarisse Dias

Falar de Wellington, sem citar seus morros, montanhas, escadarias é praticamente impossível. Morando atualmente em uma região montanhosa por aqui (ou seja quase toda Wellington) é impossível não pensar na forma mais rápida e de fácil acesso para se deslocar de um ponto ao outro.

Ainda existem vários caminhos que desconheço ao se tratar de “atalhos” para se chegar mais rápido a um determinado destino aqui em Wellington, mas posso dizer que acho incrível o fato de colocar um destino no google maps e ele indicar que tu pode atravessar uma floresta perto de você e cair no centro cidade, ou descer/subir uma escadaria e chegar no teu destino. E ainda melhor, porque não pegar um elevador em um dos prédios da na Lambton Quay (rua do centro) ir até o 8 andar e sair na Terrace (rua acima da Lambton Quay), economizando aquela “subidinha gostosa” que só quem conhece Wellington sabe. As vezes fica parecendo uma cena do filme da Alice (Alice no País das Maravilhas) onde você entra em um burraco, em uma floresta e sai dentro de um jardim ou dentro do centro da cidade, com passagens secretas.

Ruas estreitas.

Foto/Site Stuff

Para dirigir por Wellington você deve ser paciente e nunca estar com pressa. Vai ser muito comum você estar dirigindo e muitas vezes ter que parar dar preferência para outro carro ou ele te dar preferência, fazer algumas manobras arriscadas aventurando-se pelo trânsito daqui. Isso porque as ruas são extremamente curvas e estreitas. Devido a cidade ser montanhosa os espaços foram sendo utilizados na medida do possível. Mas isso ainda não impede o trânsito de fluir normalmente com todos se respeitando.

Buzina no túnel Victória

Foto/Site Stuff

A primeira vez que passamos pelo túnel Mount Victoria por aqui pensamos que o pessoal estava comemorando algum jogo, ou que estávamos com algum problema no carro. Estranhamos porque alguns buzinavam e outros não então não tínhamos certeza do que estava acontecendo. Depois de algumas pesquisas e conversar com algumas pessoas por aqui, ficamos sabendo que se trata de uma tradição da cidade. Sim isso mesmo, alguns assim como o atual prefeito da cidade já declarou, acham que é uma forma de “brincar”, tu passa pelo túnel buzina, outros motoristas buzinam de volta e “vira festa”. Já alguns moradores mais antigos acreditam que seja uma forma de homenagear uma jovem que morreu na época que o túnel estava em construção. Uma minoria das pessoas acredita que o “buzinaço” é só bagunça e deveria ser proibido.

Enfim esse assunto já deu muito pano pra manga e continua na mesma, ou seja se você escutar uma buzina quando passar pelo túnel aqui em Wellington já sabe o que acontece e vai de sua vontade retribuir a buzinada ou não.

Se você ficou curioso pode conferir mais sobre essa história por aqui:

Construção do túnel Victória 

Buzina no túnel Victória

Série Wellington Paranormal

Foto/Site IMDB

Wellington Paranormal é uma série de televisão de “terror comédia” da Nova Zelândia. Foi ao ar a primeira vez em 2018 pela TVNZ e hoje é exibida às Quintas-feiras à noite pela emissora. As aventuras se passam com dois policiais tentando desvendar os mistérios paranormais que amedrontam a cidade de Wellington, sem sucesso. Quem mora aqui sabe o quanto pode ser divertido assistir a série e reconhecer os lugares que frequentamos no dia a dia sendo reproduzidos com alguma situação engraçada ou paranormal. Vale a pena assistir, diversão certa.

Você pode conferir a Programação da série por aqui

Escultura Zephyrometer

Foto/Twitter

Instalada em 2003, a escultura de Phil Price foi indicada para medir a velocidade do vento em Wellington, como já sabemos Wellington é conhecida como “Windy Wellington”. A escultura cinética consiste em um cilindro de concreto com uma agulha de 26m de altura que balança indicando a direção e a velocidade do vento. Porém muita gente que mora por aqui não sabe exatamente o que esta escultura significa já que não é um dos pontos mais visitados da cidade. 

Confira mais sobre História do Zephyrometer por aqui

Areia Fake de Oriental Bay

Foto/Clarisse Dias

Para ser construída uma praia mais perto do centro da cidade, foi necessário ser trazido areia de cidades como Nelson e Dunedin para que Wellington. Assim a cidade poderia ter uma praia próxima ao centro. Pois a areia existente na praia não era suficiente para atender ao público e ser caracterizada como praia. Ainda hoje de tempos em tempos a praia recebe uma carga de areia pois com a reação natural do vento e do mar fazem com que a areia vá diminuindo.

História da Praia de Oriental Bay

Projeto de Restauração da Praia de Oriental Bay

Enfim ainda devem existir muito mais histórias as quais desconhecemos por aqui e por toda a NZ. Ao longo dos dias vamos descobrindo. Sempre que surgir uma curiosidade nova, compartilharemos por aqui. Não deixe de nos acompanhar, um abraço e até mais.

Clarisse Dias

Administradora, especialista em Psicologa Organizacional. Apaixonada por mar e montanhas.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar