NotíciaNova ZelândiaPolítica

COVID-19 na Nova Zelândia: 810 novos casos na comunidade

da Radio New Zealand.

O número de novos casos comunitários na Nova Zelândia quase dobrou hoje, com um recorde de 810 novos casos relatados.

Em comunicado, o Ministério da Saúde disse que ha 32 novos casos no hospital, com casos nos hospitais de Auckland, Tauranga, Rotorua, Wellington e Christchurch. Nenhum está em UTI e a média de idade das internações atuais é de 62 anos.

O ministério disse que o aumento acentuado de novos casos hoje foi outro lembrete de que a variante Omicron estava se espalhando na comunidade.

“Nossa expectativa é que os casos continuem a aumentar nas próximas semanas e estamos pedindo às pessoas que façam todo o possível para retardar a propagação do vírus e proteger a si mesmas e sua whānau (familia)”.

“O passo mais importante que qualquer pessoa pode tomar para se preparar para a Omicron é reservar sua vacina, seja a primeira, a segunda ou o reforço. Cada dose conta e diminui as chances de ficar muito doente e ser hospitalizado.”

 

Fonte: Ministério da Saude

 

Os casos atuais estão em Northland (13), Auckland (623), Waikato (81), Bay of Plenty (11), Lakes (11), Hawke’s Bay (8), MidCentral (3), Whanganui (6), Taranaki (5), Tairawhiti (3), Wellington (15), Hutt Valley (10), Nelson Marlborough (2), Canterbury (3), South Canterbury (2) e Southern (14) DHBs.

Houve também 18 casos em isolamento gerenciado – cinco dos quais são históricos. Houve 454 casos na comunidade relatados ontem e oito casos relatados na fronteira. Já foram registrados 20.228 casos de Covid-19 na Nova Zelândia desde o início da pandemia.

O ministério também observou que tem circulado uma série de rumores sobre possíveis casos de Covid-19 ligados ao protesto no Parliament Grounds em Wellington, mas a Unidade Regional de Saúde Pública confirmou que atualmente não há casos positivos notificados relacionados ao protesto .

Na noite passada, também foi revelado que seis funcionários e sete pacientes em duas enfermarias para idosos do Auckland City Hospital haviam testado positivo para Covid-19.

 

Fonte: Ministério da Saude

Houve 49.523 doses de vacina de reforço administradas ontem, bem como 554 primeiras doses; 1147 segundas doses e 4256 doses pediátricas.

O ministério disse hoje que mais de 214.000 neozelandeses receberam sua dose de reforço durante a semana nacional de ação ‘The Big Boost’.

“Fevereiro é um mês crítico para obter o reforço na Nova Zelândia – e estamos incentivando todos os neozelandeses com 18 anos ou mais que receberam sua segunda vacinação há pelo menos três meses a receber o reforço o mais rápido possível”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo