Trabalho e Emprego

10 etapas a seguir para trabalhar na Nova Zelândia

Muitas pessoas que consideram viver por um tempo na Nova Zelândia, seja com o objetivo de aprender inglês, estudando um curso especializado, viajando pelo continente ou simplesmente vivendo uma experiência além de suas fronteiras, consideram a opção de trabalhar na Nova Zelândia para cobrir suas despesas.

A qualidade de vida neste país é muito alta, portanto o custo de vida também. É por isso que trabalhar na Nova Zelândia se torna praticamente uma necessidade se não houver uma reserva significativa.

Trabalhar na Nova Zelândia é também uma grande oportunidade de crescimento pessoal e uma experiência muito valiosa para o perfil profissional!

Se você trabalha com dedicação, pode conseguir um emprego na Nova Zelândia em questão de poucas semanas!

“Saí do Brasil com o objetivo de progredir profissionalmente e ter fluência na língua inglesa. Hoje, se eu considerar voltar a morar no Brasil, meu currículo já terá um diferencial.Gleisser Santos – TI

Imagem por Pixabay

Vamos começar então.

1. Decida que tipo de experiência você deseja viver na Nova Zelândia

Antes de começar a viver sua aventura na Nova Zelândia, avalie quais seus objetivos, pois essa decisão será muito importante ao iniciar o processo. Primeiro, porque ele determinará o tipo de visto que melhor lhe convier e também porque ajudará você a saber quais outros requisitos você precisa.

Primeiramente responder a estas perguntas:

  • Deseja estudar e trabalhar?
  • Você valoriza aprender ou melhorar seu nível de inglês?
  • Você prefere ter tempo livre para conhecer o país em profundidade?

A melhor opção é combinar estudo e trabalho, pois além de permitir a obtenção de um visto mais facilmente, também facilitará sua integração no estilo de vida da Nova Zelândia. Como você verá nas seções a seguir, o restante das alternativas não oferece todas essas possibilidades.

2. Escolha a cidade em que você deseja trabalhar

Auckland/ Imagem Pixabay

O próximo passo para trabalhar na Nova Zelândia é escolher qual cidade de destino o convence mais por seu estilo e qualidade de vida. As principais cidades da Nova Zelândia são: Auckland, Wellington, Queenstown e Christchurch. Cada um deles apresenta seus próprios encantos, peculiaridades, inconvenientes e possibilidades profissionais. Por exemplo Auckland, a maior cidade da Nova Zelândia, com um número maior de empregos e ao mesmo tempo custo de vida maior também.

Pesquise muito, fale com pessoas que moram nesta cidades, pode usar os grupos nas redes sociais onde os brasileiros são bem solícitos em colaborar.

3. Obtenha o visto de trabalho para a Nova Zelândia que atenda às suas metas

Para morar na Nova Zelândia, você deve obter um visto. No entanto, existem vistos de tipos muito diferentes, portanto, será muito importante que você selecione aquele para o qual atenda aos requisitos e que permita alcançar seus objetivos. Você pode contratar um consultor de imigração (Immigration Adviser) para te ajudar a preparar toda documentação, entender os tipos de vistos e até enviar todo processo para a imigração, mas isso não garante a aprovação do seu visto.

Agências de intercâmbio também auxiliam em seu processo de obter o visto para estudos/ trabalho.

4. Preparar um currículo adaptado aos padrões do país

Após a aprovação do visto, dedique seu tempo até a data da viagem para preparar seu currículo. Se você estiver disposto a trabalhar na Nova Zelândia, deverá ter algumas especificações básicas de acordo com o modelo da Nova Zelândia: para começar, será chamado de “CV” e não inclui uma fotografia. A chave para ter sucesso com seu currículo na Nova Zelândia será saber como manter a simplicidade com conteúdo orientado para atender aos interesses da oferta e com um inglês impecável.

Alguns recrutadores de empresa de RH costumam dar orientações específicas para vagas específicas. Não se preocupe se uma pessoa disser que seu CV está extenso e em outra agência ouvir que seu CV está muito curto. O melhor é se adaptar e fazer alterações necessárias.

Além do currículo, você deve preparar uma carta de apresentação (Cover Letter).

5. Viajar para a Nova Zelândia

E finalmente chegou a data! O dia em que você se despedir de todas as suas rotinas e entes queridos para se aventurar em sua experiência.

Imagem por Pixabay

6. Obtenha um número de telefone

Esse é algo que você precisará logo que chegar na Nova Zelândia: obter um chip será útil para encontrar trabalho online, independentemente da hora do dia. Por esse motivo, recomendamos que você sempre leve com você e ative os serviços de alarme das páginas que oferecem vagas. Além disso, será um dos primeiros pedidos do seu empregador, portanto, você deve incluí-lo em seu currículo.

7. Abra uma conta bancária

Sua conta bancária facilitará o processo de trabalho, pois a maioria das empresas paga sua folha de pagamento por transferência bancária. Além disso, se você passar um longo período de tempo, poderá usar para fazer seus pagamentos e compras. Escolha uma agência bancária e confirme os documentos necessários para a abertura de conta. Alguns bancos podem solicitar um depósito de valor pequeno no processo de abertura.

8. Obter um número IRD

Este será como o seu número de CPF (Brasil) e você precisará dele o mais rápido possível. É o número para o qual vão todos os impostos que os seus empregadores pagam quando os contratam e que pode recuperar mais tarde.

Saiba mais como obter o seu IR Aqui.

9. Obter as licenças necessárias de acordo com o setor

Existem setores que exigem títulos ou permissões especiais para executar determinados trabalhos e você deve se informar se sua posição precisa de alguma dessas permissões. Por exemplo: manipulador de alimentos entre outros.

10. Procure um emprego

Até agora, você deve ter tudo pronto para iniciar a procura de emprego na Nova Zelândia. Com o currículo em mãos você pode ir pessoalmente ao local de contratação ou pode fazer o envio por e-mail. Esteja pronto para uma pré entrevista por telefone, o que é muito comum na Nova Zelândia.

Então…

Nesse ponto, você já terá encontrado trabalho e precisará se dedicar apenas a aproveitar sua experiência na Nova Zelândia. A liberdade econômica abrirá um mundo inteiro de novas oportunidades. Não perca!

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo